3/05/2017

Capítulo 05 - A Festa



História de dois ex-militares que amam o perigo e o trabalho.
Ambientada em The Sims 2 na primeira e segunda temporada. 
A terceira temporada será vivida em The Sims 4.

Atenção: para assistir melhor os videos e músicas do capítulo, sugiro que dê pausa na playlist acima. E para ver com letras maiores, é só dar Zoom (segure a tecla Ctrl e aperte o sinal de + do teclado). 


Capítulo 05
A Festa


Resumo do capítulo anterior: Eduardo reaparece disposto a conquistar Marta. André tem a sensação de que algo ruim irá acontecer ainda naquela noite e tenta demover Carol de ir à festa, principalmente depois de ver a roupa dela.



Entrada e Ex-Maridos



Música: Sidney Magal - Nada Além



Finalmente chegaram ao Restaurante Reunidos. O sistema de som estava ligado e havia uma caixa acústica na lateral do restaurante, tocando a música Nada Além.



André estava quase feliz por estar ao lado de sua musa, mas a sensação incômoda ainda persistia.


Já Marta não conseguia parar de se lembrar dos maus momentos passados ali e, apesar disso, foi para acompanhar o esposo.



Estavam tão envolvidos em seus respectivos medos, problemas e expectativas, que não perceberam uma aura a poucos metros deles.



Poucos minutos depois, chegaram ao local Alexandra e seu colega de trabalho, Armando.


E também Gabriel Chaves, sua namorada Patrícia Wan e a melhor amiga dela, Cléo Shikibu.
Assim que viu Alexandra e seu acompanhante, Gabriel gritou:
– Tire já as mãos de minha esposa!!! Alexandra, se dê o respeito! Você é uma mulher casada!


– Como é que é?!! – Patrícia mal acreditava naquilo que tinha ouvido.
– Amiga, esse calhorda não estava divorciado? Ele não te respeita?
– Ele sempre disse que me amava!


– Você está nua! – Gabriel exclamou.
– Não estou nada nua! Você é que é dramático! Meu vestido é comprido, e tem gente aqui usando menos do que eu!
– Mas a sua roupa dourada é da cor da sua pele e você ainda está bronzeada!!! Que exemplo pensa em dar a nossa filha?  Que é normal andar nua por aí e com um armário a tiracolo?
– Pelo menos o armário não se irrita com pouco! E não traz a namoradinha para esfregar na minha cara!
– Você é uma cabeça-dura exibida!
– Você é que deseja ter uma mulher subserviente e eu nunca fui e jamais serei assim!
Os dois mal se lembraram de que não eram mais casados e, portanto, um não tinha motivos para sentir ciúmes do outro. E já tinham esquecido que estavam acompanhados.
Após se encher com o papo fiado de Alexandra e de seu ex, Armário, quer dizer, Armando, foi consolar Patrícia, já que Gabriel e Alexandra continuavam discutindo.



Após as apresentações, Armando convidou Patrícia e Cléo para que aproveitassem a noite, já que Cléo estava solteira e ele e Patrícia se sentiam traídos.



Enquanto isso, Gabriel esbravejava ainda, e Alexandra se lembrava do quanto sempre o tinha achado viril e atraente quando ele estava irritado. E Cléo e Patrícia entravam no restaurante, as duas meditando no trecho da canção que dizia naquele instante: "Se o amor só nos causa sofrimento e dor, é melhor, bem  melhor, a ilusão do amor". 






Jantar em Família





A família jantou na área interna do restaurante. Marta estava chateada por ter se sentado ao lado da nora. Aproveitou a chance para perguntar:



– Como seu cabelo cresceu de uma hora pra outra?
– Eu estou usando aplique. – Carol respondeu.
– Já falei com Pedro, mas ele não quer usar uma peruca como a sua.
– É aplique! O dela é aplique. E sou mais charmoso assim.



Pedro tinha seu orgulho e também entendeu a ideia da esposa. Deu um sinal para ela ficar quieta para os mais jovens terem uma noite tranquila.



Após o jantar, a família foi se sentar na área externa, perto da pista de dança, onde poderiam conversar com maior privacidade.



– Podem me esclarecer porque a festa do time não é mais informal? – Carol estava curiosa com este fato.
– Como o antigo dirigente era um incompetente em vários aspectos, ele roubou o dinheiro do clube esportivo, o time foi rebaixado, o clube quase foi fechado e o sem-vergonha foi preso, mas o dinheiro não pôde ser reavido. – Dona Marta relatou.
– Para levantar fundos e aumentar o orgulho pelo time, o atual dirigente já fez o jogo amistoso e resolveu dar uma festa grande, como antigamente. Em um contrato com a gerente do restaurante, ficou acertado que parte da verba arrecadada hoje será dividida entre o clube e o restaurante. Aos poucos, estamos conquistando novos sócios. E o dirigente convidou pessoas de outras cidades e até equipes rivais para mostrar o nosso espírito esportivo e que o time não se desanima por nada. – Seu Pedro completou o relato.
Os dois sempre viam a mesma situação de ângulos diferentes, e ao invés de ficarem chateados entre si por sempre discordarem inicialmente, um acabava acatando o ponto de vista do outro, ou as duas ideias se completavam, como naquele momento.



O casal mais idoso resolveu se afastar para ver as mudanças após a reforma recente do restaurante.
Marta acabou gostando e até notou coisas pequenas, como os garfos dos espetos deles se cruzarem, como aconteceu com as vidas dela e de Pedro. Há muito ela tinha parado de prestar atenção em coisas simples e que poderiam ser encaradas como romantismo.




A maioria das pessoas, que não estava comendo, estava no último andar ouvindo a banda convidada. O DJ estava tocando música para quase ninguém, mas quando começou a tocar Whisky a Go-Go, Pedro tirou a esposa para dançar, perto da fonte, já que havia uma cerca entre eles e a pista de dança externa , onde o DJ tocava.

Música: Roupa Nova - Whisky a Go-Go




– Nossa música. Me dá a honra desta contradança?




– Só você para querer dançar coladinho nesta música.
– Foi dançando esta música que te vi pela primeira vez. E eu gosto desta fonte.



E eles se lembraram dos bons momentos passados ali.




E de quando se conheceram.



Estavam tão entretidos, um com o outro, que não notaram que estavam sendo observados.



Aquele palhaço de novo?!! Mas ele vai ver! Não vou pegar leve desta vez!”, Eduardo pensou.






Metal para Fundos!



Música: Visions Of Atlantis - At The Back Of Beyond




José Carlos sempre detestou rock (e imagine metal!). E quando indicaram a banda Nordic Lhama1, de San Myshuno, e ele viu a foto de Isabella Refaeli, pensou que era uma banda de música clássica-lírica ou uma banda que tocasse músicas românticas.

1 Nota: A Nordic Lhama é a banda de metal do protagonista da história Axl Logan; confira a saga deles clicando AQUI.



A banda era composta por:



Isabella Refaeli, a linda vocalista;



O vocal e guitarrista Axl Logan;



A tecladista Gizella Reeves;



O baixista Dave Dale;



E o baterista Joshua Adler.



Mas José Carlos não estava reclamando: o cachê da banda era pequeno, tocavam bem e o pessoal estava gostando, e até dançando bastante, apesar de que tinha gente que não sabia se fazia passos de valsa, twist ou lambada! O que realmente importava era que o time já tinha conseguido mais alguns sócios e estava se reerguendo.



Fantasmas!



André e Carol conversavam quando chegou Mariano.



Carol já conhecia Mariano e sua esposa Estela, e como Mariano era um cavalheiro, insistiu que ela permanece sentada. Ela viu um outro homem se aproximar da mesa deles.



– Oi, Carol.
– Como sabe meu nome? Já fomos apresentados?
– Não mesmo. Mas você já ouviu falar de mim. Sou tio de André.
– Tio Murilo? Mas você não estava... morto?



– Morto? É um termo meio forte. Mas é isso mesmo: não vivo mais aqui entre vocês e preciso de sua ajuda e da do meu sobrinho para provarem que fui assassinado.




– Assassinado? E se você é quem diz ser, por que não falou diretamente com ele?



– Você é desconfiada. Legal. – Murilo falou consigo mesmo – O motivo de eu não falar primeiro com ele é simples: consegui fazer contato somente com você, mas com ele está difícil.
– E que garantias tenho de que você fala a verdade?
– Vamos lá, então. Te falarei coisas que você nunca contou a ninguém: você nunca soube quem eram seus pais biológicos, foi adotada aos 12 anos, forçada a pedir esmolas ao invés de assistir aulas, apanhava constantemente de seu pai adotivo, por não conseguir mais dinheiro, aos 16 quase foi...
– Já chega! O que quer?



– Vamos conversar perto da fonte. Ninguém, com exceção de você, consegue me ver, mas quem te olhar, agora, vai achar que você está falando sozinha.



Como André estava bem e se divertindo, Carol se afastou sem receios.



– Meus sogros não acharão estranho eu vir para cá sozinha?
– Estão tão ocupados namorando que nem te viram. Relaxe.
– Porque usa branco? É porque está morto?
– Não. Eu sempre gostei de usar essa cor. Pode observar minhas fotos na casa de Marta. Quando o jeans branco ficou na moda, por várias vezes minha mãe teve ataques ao ver minhas calças jeans brancas quando eu chegava em casa todo sujo.
– Ataques de coração?
– Que nada! Era ataque de gritaria e resmungos mesmo.
Carol conteve o riso. Agora sabia o porquê dele e de Seu Pedro serem quase irmãos: gostavam de encarar as coisas com bom humor.



– Chegamos. Pode falar agora. Como eu e André podemos te ajudar?
Murilo passou então a contar o que sabia:



– Eu não tinha consumido nenhuma gota de álcool. Quando o nosso carro estava perto de uma curva, eu pisei no freio, mas o freio não funcionava. Eu tinha perdido completamente o controle. E meu cinto de segurança estava travado, mas consegui ajudar a liberar o cinto de Marta, que conseguiu sair.
– E você morreu queimado nas chamas? Eu te pergunto porque não tive coragem de perguntar mais a Seu Pedro.
– Não, eu não morri carbonizado. Se tivessem feito o exame em mim, teriam visto que não havia álcool em meu sangue, mas preencheram a autópsia como se eu estivesse bêbado. Acabei morrendo pelas queimaduras. Me levaram ao hospital, mas...
– E você não tem ideia de quem foi?
– Eu suspeito de Eduardo, mas não tenho nada que possa evidenciar a participação dele nisso. Apenas nunca confiei nele rodeando minha irmã. E na noite que ela e...



Murilo parou a narrativa.
– Por favor, continue. Imagino que tenha sido difícil na época e relembrar deve ser tão ruim agora como antes, mas para ajudá-lo, preciso de qualquer informação.
– Há coisas que não pertencem a mim. Íamos retornar os três juntos mais tarde, mas tive que sair mais cedo naquela noite e levar Marta para casa a pedido dela e de Pedro. O carro era de Pedro e novo, mas eu sempre o dirigia, e o carro tinha passado pela revisão dois dias antes. Não foi falha mecânica e eu sempre fui um motorista responsável. O nosso carro foi sabotado e os documentos oficiais foram adulterados.
– Farei o que eu puder.
– Preciso ir agora. E eu confio que você e André me ajudarão. Temo que as vidas de minha irmã e de meu cunhado ainda corram riscos.



Carol viu a real preocupação dele e o confortou com um abraço. Após a despedida, Murilo sumiu no ar, ficando invisível dentro de uma aura dourada, deixando Carol perplexa, pois ela imaginava que ele iria partir como apareceu: andando até passar pelo portão.






Logo André chegou ali.



– O que estava fazendo aqui sem mim, Agente?




– Se eu te disser, você nem irá acreditar.



André pensou em aproveitar a ocasião em que estavam sozinhos e dizer que ela estava linda, cheirosa e com a pele macia, mas teve a sua atenção atraída por um barulho em uma moita perto deles.
– O que é aquilo?
– Aquilo o quê? Não ouvi nada.



Logo saíram da moita Gabriel e Alexandra, e, naquele mesmo momento, Patrícia e Armando chegaram.



– Não posso nem olhar! – Patrícia estava chocada.
– Que vergonha!... – Carol murmurou.
– FINALMENTE! – André parabenizou o casal da moita.
Armando nem abriu a boca.



– Me recuso a assistir baixaria. Tenho mais o que fazer. – Carol já imaginava o que estava por vir.
Patrícia e Armando foram tirar satisfações com os atuais ex-namorados.



Carol começou a repassar na mente todas as informações recebidas por Murilo, enquanto se indagava se o coágulo no cérebro não tinha afetado suas faculdades mentais.
– Essa coisa de pesquisa “in loco” é mais a cara de Nelly2. E interrogatório sempre foi coisa de Eva3, mesmo que eu revezasse com ela, mas farei o que puder. André vai me ajudar.

2 Nota: Nelly é uma sim que mora em Riverside; confira sua saga clicando AQUI.
3 Nota: Eva é a melhor amiga de Carol e sua ex-colega de trabalho; mais informações no Capítulo 1.



– Agente, me espere! – André correu atrás da esposa.
– Pensei que ficaria lá. Eles não são seus amigos?
– São, sim, mas Gabriel não precisa de mim. Ele está melhor do que eu, já que voltou com Alexandra e agora está com duas mulheres gostosas disputando ele.




– Vou fingir que não me ofendi. Eu pensei que o divórcio deles era fato consumado.



– Que nada. Desde o namoro eles viviam brigando e voltando.  Os dois sempre tiveram gênios opostos, mas a química entre eles se via de longe. Ela sempre quis se aventurar e ele queria uma família comum, com mulher dentro do lar e a casa cheia de filhos. Até o que o irmão dele a ajudou a conseguir uma vaga como Pirata Terrível; e agora ela ajuda a combater o contrabando, ao mesmo tempo em que ajuda Jason a descobrir novas terras e povos e, assim, aumentar o império da Nação Sim. Depois que conseguiu o emprego, os dois romperam. Alexandra sempre foi uma ótima mãe, mesmo quando está longe, e ela e a filha são muito apegadas. Até onde eu saiba, Juliana nunca aceitou o fim do casamento dos pais. Quer quanto que tem dedo dela neste reencontro deles dois?





– Entendi, mas agora temos uma missão mais importante.
De maneira sucinta, Carol relatou o que soube da morte de Murilo, mas não revelou a fonte para não surgir mais perguntas por parte de André. Em casa revelaria tudo a ele, prometeu a si mesma. E faria também perguntas, pois aquela conversa sobre os Chaves fez surgir dúvidas sobre o casamento deles, mas achou melhor não pensar nisso naquele momento. Depois, foram procurar informações com a diretoria do restaurante, para saber de alguma informação da época, para, em seguida, irem encontrar os pais de André.







Briga



Música: Paul Anka - Eye Of The Tiger




Pedro tinha ido ao banheiro e deixado Marta na sacada do segundo andar por um instante. De lá se ouvia a música “Eye of the Tiger”, interpretada por Paul Anka, e que era regravação de Survivor, que tocava no alto-falante. Seu Pedro achava aquele local bonito e romântico, mas ela não gostava daquele lugar específico, pois ali tinha vivenciado uma discussão anos atrás, pouco antes de seu irmão morrer.





A briga era o de menos, mas a fazia se lembrar de que ela e seu irmão sofreram o acidente minutos depois.



Eduardo apareceu na sacada, no lugar de Pedro, mas ele não tinha nenhum plano em mente ainda. Resolveu reconquistar a simpatia de Marta, já que antigamente tinham sido amigos. E depois veria o que dava para fazer para acabar com o casamento dela.




– Que presente lindo a lua me trouxe!
– O que está fazendo aqui, Eduardo?
– Vejo que não se esqueceu dos velhos amigos.
– Você não mudou nada e, no seu caso, isso não é boa coisa. E você já demonstrou que nunca foi realmente meu amigo.



– Está chateada por aquilo ainda? Foi um engano de minha parte, mas tenho de confessar que você estava linda e eu sempre tive uma queda por você.
– Você nunca entendeu, não é?
– Entendi, sim. Você gosta do Pedro. E como ele está?
Eduardo tentou jogar charme várias vezes para Marta e até fingiu estar feliz pelo relacionamento sólido dela com o marido, mas ela já tinha perdido a confiança nele e não era do tipo de confiar facilmente nas pessoas.



– Se você tivesse me dado uma chance, eu teria feito de você a mulher mais feliz do mundo.
– Ainda essa conversa? Se toca! Não te quis ontem, não será hoje e não irei te querer nunca.


A conversa atual até os lembrou de quando eram jovens e ela lhe tinha rejeitado da mesma forma.
E assim o diálogo continuou, no tempo presente:
– Não esquece fácil das coisas! Gosto deste seu jeito, todo corajoso e determinado. – Eduardo disse.




– Fique longe de mim!
– Ainda posso te dar o que quiser: dinheiro, proteção, atenção, carinho...
Pedro chegou naquele momento e ouviu essa parte da conversa:
– Continua dando em cima de minha mulher?!?



– Está vendo? Ele não confia em você! – Eduardo falou com Marta e depois se voltou para Pedro: – E você nem é um homem digno de ter uma família! Tinha mais atenção com a equipe do que com a esposa!


Pedro tinha problemas de coração e sentiu um aperto no peito, mas nunca quis alertar a família. E mesmo assim, enfrentou o outro:
– Você é que não tem razão em falar nada! Depois dessa idade, dando em cima de mulher casada! E da minha mulher! Você nunca teve escrúpulos.



Eduardo provocou o outro até começarem a brigar fisicamente.




A bartender, que estava perto dali, acionou a gerente Silvana, que estava conversando com André e Carol, que lhe explicaram que estavam investigando o caso de Murilo, após terem recebido novas informações.



Como o restaurante não tinha seguranças, a gerente se encarregou de chamar a polícia.




André e Carol correram para o local.




Pedro estava perdendo e Marta gritava para os dois pararem de brigar, pois tinha percebido que Pedro não estava bem.
André foi socorrer o pai.




E Carol se encarregou de deter Eduardo, que levou um susto ao vê-la.



E que, por isso, não demorou a ser detido; o que foi bom, já que Carol não estava portando armas e não se sentia confortável em bater em homens mais velhos.






Pós-Show



Música: Whitesnake - Is This Love



Ao fim do show, Dave e Gi observaram Josh com duas damas.




Após chegarem ao térreo do restaurante, Axl viu uma cabine de fotos.
– Peraí, galera! Vou tirar uma foto com a minha Bella. Sabe como é! Para ficar de lembrança e um dia a gente pendurar no nosso ninho de amor! – Ele sorriu, bobo.




– Por que tirou a camisa, Josh? – Gi perguntou ao batera.




– Tá calor demais aqui! Vou tomar um refri. – Ele sorriu com uma cara safadinha, enquanto se dirigia para a máquina de refrigerantes.



– Hmmm... – Gi então olhou para Dave: – Tá calor, né?... O que acha de uma piscininha sob a lua cheia para refrescar, Dave?... Tenho certeza de que você não vai se esquecer dessa noite... – Ela sorriu.





– Vocês são doidos! – Dave respondeu, ainda no calor da recente apresentação musical, sem se ligar da intenção real da tecladista. – Um frio da pêga e um tira o casaco e a outra quer cair na piscina! Vocês, viu! Sei não! – Ele disse, como se os outros não tivessem noção nenhuma.




Gi, claro, não gostou da resposta e do segundo toco recebido da mesma pessoa.



E voltou sua atenção a Josh:
– Alguém notou as duas mocinhas de olho no nosso Batera? – Ela riu.
– Conta aí, Josh: arrumou quantas namoradas, mesmo? – Dave zoou.




– Geente, o Josh tá cheeeeio de fãs! – Bella disse ao sair da cabine, se divertindo.
  



– Não são fãs, cabeçudos! – O baterista da Nordic começou a se defender, mas escondendo o riso atrás da lata de refri. – Elas4 trabalham na área musical também e ficaram de nos ajudar com alguns contatos. E isso significa mais contratos para shows e, quem sabe um dia, até o nosso primeiro álbum! – Ele sorriu. – Entenderam? – Ele piscou o olho.

4 Nota: há mais informações sobre Mariana Fernandez e Cléo Shikibu no final da página.




– Contatos? Sei. – Gi respondeu – Vi o contato da mulher de dourado. Contatos imediatos de primeiro grau, hein! De uma importância suprema para o futuro da banda! – Ela ironizou.



– Isso porque você não viu ele medindo as costas da japa depois que a outra foi embora! – Dave completou e Bella riu.
  

Após conferir as fotos, Axl notou o carro da polícia.



– Que sinistro, man! Tem uma viatura igualzinha às da TV ali fora! Será que estão filmando algo aqui? Será que a gente vai ver atores famosos? – Ele perguntou, com esperança, para os membros de sua banda.





Chegou agora? Está perdido no que aconteceu antes? É só clicar na tag #vermelhoverde ou na aba Minhas Histórias.
E não esqueça de deixar seu comentário e sua reação. Pode comentar como anônimo também. É muito importante para o rumo da saga deles. 


Participações especiais:


ü Mariana Fernandez: Sim criada por Denise Martins. Originalmente possuía a aspiração Família, mas muda para aspiração Romance. Trabalha no nível 6 da carreira Musical.
ü    Cléo Shikibu: é uma Sim que vive em Colina Formosa e trabalha no nível 7 da carreira Musical. Tem uma paixão não-correspondida por Léo-da-Mata.
ü Patrícia Wan: no começo do jogo, mora com sua melhor amiga Cléo Shikibu e está apaixonada pelo divorciado Gabriel Chaves.
ü   Alexandra Chaves: ex-mulher de Gabriel Chaves e mãe de Juliana Chaves. Quando sua filha era uma criança, Alexandra saiu de casa para seguir seu sonho de se tornar uma pirata, com isso se divorciou de Gabriel.
ü    Gabriel Chaves: no início do jogo, ele é apaixonado por Patrícia Wan, mas sua filha não consegue aceitar isso. Gabriel e sua ex-esposa Alexandra Chaves se divorciaram quando Juliana era uma criança, por causa do desejo dela de se tornar uma pirata.

Curiosidades:

Segundo o sistema de signos de The Sims 2, o signo de Gabriel (Câncer) tende a rejeitar tanto o signo de Alexandra (Gêmeos) quanto de Patrícia (Áries); e o signo de Patrícia (Áries) também rejeita o signo de Gabriel (Câncer). Este sistema de signos fez surgir a ideia de um triângulo amoroso, já que não há uma preferência da parte de Gabriel por nenhuma das duas, mas há uma rejeição natural entre os signos dele e de Patrícia.

Agradecimentos:

À Denise Martins, que me emprestou suas personagens, e à Sally Winter, que me emprestou sua banda e ainda me ajudou, escrevendo as falas deles, para que não destoasse do comportamento original do grupo. E a todos que estão lendo esta história!




Lote usado:
Reunion Restaurant: de daman19942.

12 comentários:

  1. "Armário, quer dizer, Armando" TO RINDO DEMAIS!!!!!!!!
    Amei da Nelly ser mencionada!!! :D E será que o irmão do seu Pedro morreu, mas virou bruxo?! ( Sem sentido, eu sei, mas não custa conspirar :P )
    Saiu até uma lágrima do olho, ver a minha Mariana na história, tá toda linda <3
    Whisky a Go Go é um clássico! Eu amo essa música, tem que tocar em toda a festa que eu vou, e se não tocar, eu vou lá pedir! uhauahuahauhauhauhauhaa
    Ficaram lindos a Nordic Lhama no the sims 2, :)
    E eu tô bem curiosa para descobrir como vão ajudar o irmão do Pedro!!! :D E o Eduardo é um velhinho atrevido, em?!
    AMEI A HISTÓRIA! Parabéns! Beijocas, Andrea <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Armário, ops, Armando, já está acostumado que confundam o nome dele.
      Nõa, ele não virou bruxo, mas ganhou alguns poderes especiais.
      Mariana e Nelly! Mariana tem um propósito na vida: esquentar os corações masculinos. E Nelly é boa no que faz, nem tem como não ser citada.
      Nordic Lhama: "I Wanna Rock!!!". Eles são tão lindos e divertidos em TS2 quanto em TS4, né? Valeu, Sally!
      Murilo é cunhado, mas cunhado que vale como irmão. Murilo é irmão de Marta. Fácil confundir pois os três eram muito unidos.
      E os velhinhos também amam! Até Eduardo.

      Excluir
    2. Verdade! Nem notei minha confusão :P eram tão unidos que me fizerem uma pequena confusão! E eu quero descobrir mais sobre esses poderes especiais do Murilo :)

      Excluir
  2. Esse Crossover ficou show de bola! Amei.
    E esse negócio de fantasma? Bizarro! O.o
    Por mais que eu tenha ficado preocupado com o Senhor Pedro, aquele Eduardo mereceu a surra!
    E esses dois na moita? HASUAHSAHUSAU ri de mais!
    Ótimo capítulo, Andréa. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. Amo Crossover também!
      Até agora leio e rio com aqueles dois na moita. Saiu até corações de lá!!!
      Sim, Eduardo mereceu a surra.
      Obrigada por ler e comentar, Leo!

      Excluir
  3. Oiiiiii, Déaaaa! Minha vez de comentar!!! Weeeeeeeeeeee!!! \o/ :D
    1) Chegaram divos à festa, hein! Carol gatonaaaaaa! :) E D. Marta elegantíssima, hein!
    2) Ri muito com a discussão de Alexandra e Gabriel! Quanto amor enrustido, hein! Kkkkkkkk...
    3) O aplique de Carol ficou divo demais!
    4) Tão bonitinho o momento romantismo de D. Marta e de Seu Pedro! :) S2
    5) Amei as fotos antigas dos pais de André. Ficaram MUITO massa!!!
    6) E Ooooowntiiiii!!! Ter meus bebês da Nordic Lhama na sua história, Déa, é uma super honraaaaaa!!! \o/ As fotos ficaram lindíssimas e eles estão maravilhosos!!! Muito obrigada mesmo por esse crossover incrível! Amei demaaaaaaaaaaais!!! \o/ S2
    7) Genteeeeee, e que babado a conversa de Carol com o Murilo ghost-do-outro-lado-da-vida! Isso promete, hein!
    8) Gabriel e Alexandra saindo da moita! Kkkkkkkkkkkkkkkkk... Rindo litros! xD :D
    9) Noooossaaaaaa, e que barraco a confusão com Pedro e Eduardo, hein! O.o Ainda bem que Carol e André estavam na festa!
    10) E a Mariana (da Deni) pegou o Bateraaaaaaa!!! Huauhuahuhaua... Muito bom! Muito da hora mesmooooo! :D
    11) Ooowwnti, que lindo agradecimento! \o/ Eu que te agradeço pelo carinho e pela linda amizade! Beijocas, Déaaaaaaaaaaa!!!
    E parabéns!!! Mais um capítulo maravilhosooooooooo!!! Amei demaaaaaaaaaais!!! \o/ :D <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha vez de responder. Curti em tópicos. Who-Hoo!!!
      1) Carol e Marta se parecem mais do que imaginam.

      2) Sabe aquele negócio de bate-e-volta? Brigas-e-beijos? É por aí!
      ♪Hoje estamos juntinhos
      Amanhã nem te vejo
      Separando e voltando
      A gente segue andando
      Entre tapas e beijos♪

      3) Só Marta que não gostou. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      4) Pedro é um romântico. Conquista mais cedo ou mais tarde. E eles sempre se amaram. <3

      5) Que bom que gostou das fotos. As fotos podem ganhar marcas do tempo, mas nunca desbotam. Eita máquina fotográfica boa a deles!

      6) Eu que amei tê-los me divertindo. Até sem tirar foto, Axl é engraçado!

      7) Nem te conto o que virá depois envolvendo Murilo!

      8) ♪É o amor
      Que mexe com minha cabeça
      E me deixa assim
      Que me faz aproveitar a moita
      E esquecer de dormir♪

      9)BARRACO!!!BARRAAAAACO!!! Acabou cedo o barraco!

      10) Mariana que pegou o Batera, que pegou Patrícia... E Armário que não pegou ninguém.

      11) Você merece!

      Valeu por ter gostado do episódio!!!

      Excluir
  4. Joshua Adler virou o Kakashi do the sims.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kakashi de Naruto? Se for, gostei! Se for outro, me fale, pois gosto de mangá!

      Excluir
    2. Esse mesmo Andrea!(Todo mundo quer ver o rosto)

      Excluir
  5. O Axl lesado como sempre!! e Carol hein?!, será que vai virar Chico Chavier agora?. Amando a história Andrea, Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Paty, por acompanhar. Murilo já disse que falou somente com ela, pois não foi possível falar com o resto da família. Tb estou curiosa para saber o motivo. :)
      Axl LexAdo! Que a mãe dele não leia! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir